Saltar para o conteúdo

Olham, mas não vêem

Novembro 30, 2009
Até mesmo na pior das democracias, quando o partido do poder perde, acontece muitas vezes uma coisa que se chama a passagem das pastas. Pelo bem da população os antigos dirigentes passam as diversas pastas aos novos dirigentes, num acto bonito que demonstra boa fé e brio profissional. O que grande parte dos cidadãos já desconfiava, era que isto nunca iria acontecer aqui, o que acabou por se provar foi exactamente isso.
A par desta bonita iniciativa foi também bonito de ver a debandada, Estevão Pereira não quer ser oposição sem pasta e foge dos eleitores que votaram no seu nome, para o novo mundo da consultoria, já o imagino a dar apoio moral aqui e ali às já poucas câmaras comunistas e quiçá com muita paciência, escrever o verdadeiro simpósio do stress pós traumático do comunismo.
Fica também no ar e completamente esbatida a imagem de verticalidade, isenção e defesa dos valores de uma comunidade, tão apregoada pelo candidato de Aguiar, o meu amigo Pedro, quando desiste da oportunidade de fazer frente aqueles que queria derrotar. Mas a vida é mesmo assim e com a saída destes dois senhores calhou-nos a fava, a princesa “Fiona”.
Apesar de tudo, mérito para o Sr. Grave que manteve a pose, mesmo depois de saber que terá de carregar com a noiva ao colo às quartas de 15 em 15 dias.
Depois vieram os achados arqueológicos, cada pedra que se levanta tem brinde.
Projectos de obras que têm obrigatoriamente que ser iniciadas, sem o mínimo de rigor e ainda para mais feitos por técnicos do próprio município. Concursos e admissões altamente controversos e com publicação no DR já feita que comprometem as boas relações sociais dentro de uma instituição que se quer viva e competente e a banalizam descredibilizando quem lá trabalha há tanto tempo e privilegiando quem aparece de novo. Tabelas de taxas municipais que foram deitadas ao abandono, mesmo depois de votadas e decretadas, segredos que era bom não virem a lume antes das eleições, mas que agora por obrigação terão de ser postos em prática pelo novo executivo sob a pena de se perder a possibilidade de termos uma tabela de taxas.
Quem fez esta tabela não foi o Bengalinha, foi o Sr. Estevão Pereira e muito embora a tenha copiado quase na íntegra pela tabela da Câmara de Vendas Novas, podia ao menos ter sido um pouco inventivo e tendencioso no que diz respeito ao respeito por quem vai pagar as taxas.
Eu também quero ver trabalho a sério, não me quero ficar pelas pedras no sapato deixadas estrategicamente colocadas pelo anterior executivo.
Já agora uma palavra para o XIXI: – amigo, é do senso comum que um cego não veja, o que mais confusão me faz são aqueles não sendo cegos, olham, mas não vêem.
31 comentários leave one →
  1. Pelo Concelho permalink
    Novembro 30, 2009 18:44

    Luis Morais mais um artigo muito bem escrito.Estas são as heranças que nos deixaram, mas muitas mais estarão para se descobrir.Uma auditoria deveria ter sido feita, para se saber da situação até à entrada do novo executivo.Belas prendas no sapatinho

  2. Anonymous permalink
    Novembro 30, 2009 20:27

    Exmº SenhorRegisto que continua a falar de mim, a opinar sobre o que obviamente não conhece (porque não quer),a atribuir-me processos de intenção quando não faz a menor ideia do que fala.Continua a sentir-se no direito de opinar sobre a minha vida, as minhas opções, criticar as escolhas que faço na minha vida pessoal e privada que, salvo melhor opinião, não lhe dizem minimamente respeito.Continua a falar com desdém, com despeito, e com clara falta de respeito por mim, atentas as diversas situações e caricaturas que, apesar de já não ter funções publicas neste Municipio, o sr. continua insistentemente a chamar à ordem do dia.De uma vez por todas, agradecia-lhe que me deixasse em paz, que se preocupasse com outros temas, por ventura não tão interessantes como eu, mas que se apresentasse um pingo de coerência nessa sua atitude, não deveria ter deixado cair : Educação, urbanismo, paisagismo, cultura, desporto, acção social etc….Proponho-lhe um acordo muito simples de cumprir, se assim o entender : preocupe-se comigo quando eu me preocupar consigo.Dito de forma diferente : meta-se na sua vida que já vai sendo altura disso e deixe-me viver em paz, longe de si e da sua aparente obsessão por mim.Olhe que é um pedido sério, por favor tenha-o em conta.Sei muito bem as "reações" que este texto pode provocar, em si, em outros "comentadores" ás vezes anónimos e ás vezes identificados, sequiosos de sangue e lançados numa vendeta pessoal que já há muito tempo ultrapassou a esfera politica.Preocupem-se convosco ou iludam-se ao acreditarem que não têm motivos para preocupação. Passe muito bem sr. Morais.Estevão Pereira

  3. Anonymous permalink
    Novembro 30, 2009 23:32

    Motivos para preocupação é o que não falta… o seu legado de 16 anos de completo desnorte, foi no que deu! Agora quer lavar as mãos e assobiar para o lado como se nada fosse! Estevão no seu pior!…M.R.

  4. Anonymous permalink
    Novembro 30, 2009 23:36

    ó Luis não é por nada e mesmo não tendo nada contra ninguem tenho que concordar com o Estevão.tudo o que é demais não presta e você usa e abusa da parvoice.fala da vida dos outros como se fosse o pão nosso de cada dia.utiliza aqui os nomes das pessoas como quer e entende.e acha-se mais digno que o fulano a,b,ou c seja ele quem for?Um pouco de juizo nunca fez mal a ninguem, mas o seu devia ser verde e os burros teem-no comigo todo.META-SE NA SUA VIDA, E DEIXE DE FALAR NOS OUTROS.se quiser quem eu sou veja no ip e venha ter comigo.

  5. Anonymous permalink
    Novembro 30, 2009 23:38

    p.s. – se quiser SABER, quem eu sou…

  6. peixe banana permalink
    Dezembro 1, 2009 01:50

    Caro Sr. Estêvão PereiraQuando o citei neste texto foi na qualidade de ex presidente da câmara municipal de Viana do Alentejo utilizando a sua imagem pública ganha á custa dos votos obtidos nas urnas durante vários mandatos consecutivos á frente do município. Não fui eu que me submeti a sufrágio novamente, tal como não fui eu que renunciei ao cargo público de representar o povo que votou nestas últimas eleições, isto foi um facto e eu apenas o comentei num texto direccionado a um blogue sem rosto mas com cor.O que eu quero mesmo, é que o futuro lhe sorria e que não deixe de lutar pelos seus ideais. É esta diversidade de sensibilidades, que nos faz rir e chorar, que faz o mundo rodar.Cumprimentos;Luis Pedro Morais

  7. Anonymous permalink
    Dezembro 1, 2009 12:40

    ha muitos anos exisitiu na televisão um programa com o nome de má lingua. Ao ler os textos do arquitecto Luis Morais,além de lembrar a Julia Pinheiro, percebe-se uma outra coisa este senhor que apareceu aqui por aguiar não se percebe bem como, anda a procura de encaixe na Câmara, mas para isso não é preciso descer tão baixo nem ofender as pessoas.

  8. Anonymous permalink
    Dezembro 1, 2009 12:44

    senhor luis em relação as taxas realmente não foi o senhor begalinha que as fez, mas foram votadas a favor pelo PS no executivo. Não foi só a CDU mas o PS esteve de acordo

  9. Anonymous permalink
    Dezembro 1, 2009 12:49

    O Luís Morais tal como outros não precisam da Câmara, lutam sim por condições melhores no concelho.Agora as pessoas não saberem dar o braço a torcer é que é muito mau.

  10. Anonymous permalink
    Dezembro 1, 2009 13:11

    MAS QUEM FEZ O DOCUMENTO?????SE O PS CONCORDO FEZ MAL! E SE ESTIVESSE CONTRA; SERIA QUE NÂO ERA APROVADO COMO FOI?????DIGAM A VERDADE PORQUE O DEIXARAM BA GAVETA

  11. Anonymous permalink
    Dezembro 1, 2009 18:44

    Sr. Luis MoraisParece-me que já é tempo de cumprir aquilo que o cidadão Estevão Pereira escreve e pede, é altura de falar de quem está e deixar em paz quem já não é poder. E acredite se fizer esse exercicio terá muito com que se entreter. Até porque a vida privada de cada um só a si diz respeito, porque ainda nunca ninguem o recordou que a Mónica pode repetir a gracinha que fez ao seu ex João… Como sabe todos nós conhecemos muitas histórias suas mas não as usamos. Faça o mesmo, ou então fale de si!!

  12. Maria permalink
    Dezembro 1, 2009 21:19

    Assim mesmo é que é Estevão.O velho ditado já o dizia "QUEM DESDENHA QUER COMPRAR".Se de ti falam foi porque fizes-te muito por Viana.Um Abraço

  13. peixe banana permalink
    Dezembro 1, 2009 22:01

    Eu até sou daquelas pessoas que acham que se deve dar oportunidade a toda a gente de expressar a sua opinião, e por essa mesma razão muito raramente apago algum comentário, no entanto lastimo que a falta de inteligência para não lhe chamar burrice, leva alguns comentadores a esquecerem o porquê.O porquê de andarem aqui.Ó amigo não vá por ai que perde o seu tempo, este blogue não serve propriamente para falar da cor das cuecas das mulheres de Viana. No entanto se quiser debater, eu arranjo sempre tempo para falar um bocadinho, mas sem tabus.Quanto às minhas histórias, tudo o que você conseguir imaginar, multiplique por 100 e seja imaginativo porque eu não tenho propriamente uma vida de mérda.

  14. Quark permalink
    Dezembro 1, 2009 22:39

    A todos os que se sentem afectados, por e simplesmente nao venham ao site… Metodo:Existe nas opcoes do internet explorer, num seprador de nome Privacidade, num botao chamado SITES a incrivel oportunidade de bloquear ou permitir o acesso ao fluxo de dados para o seu computador de Sitios da internet, bastando para isso adicionar o endereco deste blogue e bloquearA internet tornou-se este fenomeno de liberdade de expressao e igualdade de oportunidades maravilhoso e um tanto ou quanto incontrolavel… senao vejam a dor de cabeca que a industria dos media esta a ter em todo o mundo com o impacto da WWW … eles nem sabem como hadem lidar com isto … e quando souberem ja mudou… volatil n e ah pois e

  15. Anonymous permalink
    Dezembro 2, 2009 21:04

    O senhor Estevão finge desconhecer que continua a ser uma figura pública neste concelho. Suspender o mandato não é retirar-se da política, é simplesmente interromper (o mandato, não a acção política), provavelmente com intenção de reaparecer quando for mais conveniente à sua agenda pessoal. Tem todo o direito de ficar com um pé dentro e outro fora, essa é aliás, desde sempre a sua forma de estar na vida. Não tem é o direito de se armar em vítima fingindo não ter responsabilidades nenhumas nas decisões tomadas na câmara ao longo dos últimos dezasseis anos. A vida pessoal e privada do senhor Estevão, de facto só a ele diz respeito, agora a sua vida pública e os reflexos que ela teve, tem e terá na vida do nosso concelho já a todos nós interessa.1302 munícipes, em resposta ao pedido do candidato Estevão Pereira mandataram-no através do voto como seu representante. Em vez de honrar os seus compromissos retira-se sem se retirar, não dando uma única explicação ao seu eleitorado. A sua única preocupação para com o futuro do Concelho foi deixar-nos em sua substituição a doutora Teresa Penetra. Arrogante como sempre, nem sequer se dá ao incómodo de, como era seu dever, passar as pastas da “educação, urbanismo, paisagismo, cultura, desporto, acção social, etc.” Este tipo de atitude pode ser de político, não é certamente é de homem. Naturalmente que este tipo de postura só contribui para o continuar a manter no centro das atenções.Pede para que de uma vez por todas o deixem em paz enquanto com o apoio do seu “secretariado” promove uma campanha de calúnia e desinformação. Ele é a câmara que tem os cofres cheios de dinheiro quando afinal o que há está afecto a compromissos como as piscinas de Alcáçovas, elefante branco por ele parido em tempos de crise; ou os maravilhosos projectos, nomeadamente o do centro histórico de Viana do qual a única coisa que existia eram umas placas mandadas fazer à pressa com intuitos meramente eleitoralistas; ou a questão das taxas que estes bandidos aprovaram mas que na realidade foram por ele estabelecidas e convenientemente esquecidas dentro da gaveta durante a campanha eleitoral, as quais por questões legais, a actual câmara não teve outro remédio senão aprovar; ou projecto do estaleiro de Viana, mal pensado a todos os níveis, mas que esta câmara não tem outra opção senão dar continuidade, etc., etc. Os outros que o deixem em paz para ele e a sua “entourage” poderem continuar a sua campanha.Este comentário traz-nos no entanto uma novidade, pela primeira vez, o anteriormente sempre anónimo Estevão Pereira, comenta e assina por baixo. Propõe acordos enquanto deixa ameaças veladas a pairarem no ar. Diz-se vítima de uma cabala, a vitimização continua a ser a sua única argumentação para justificar o injustificável. Nota-se uma certa preocupação nas entrelinhas do algo patético texto do senhor Estevão. É natural que esteja desassossegado, sabe bem o caos em que deixou a autarquia e as inúmeras ilegalidades por si feitas ou consentidas, muitas delas casos de polícia. Mais que ninguém tem motivos para estar inquietado não podendo agora, ao contrário do que fez nos últimos anos iludir-se ao acreditar que não tem motivos para preocupações.Proponho-lhe, em nome dos interesses do concelho um acordo muito simples de cumprir, assuma as suas responsabilidades, preste contas do que andou a fazer, perca uns dias da sua preciosa agenda passando os dossiers a quem vai ter de dar solução às asneiradas que deixou de herança. Depois meta-se na sua vida e anuncie publicamente a sua saída da política. Concordará comigo essa não é definitivamente a sua vocação. Olhe que é um pedido sério, por favor tenha-o em conta.Passe muito bem com a reforma que lhe pagamos sr. Estevão.

  16. Anonymous permalink
    Dezembro 2, 2009 23:03

    É pá este comentario só fala verdade e quanto aos factos não há argumentos.Dêm-lhes nas orelhas que eles bem merecem. CDUs e PCPs são animais em extição

  17. Anonymous permalink
    Dezembro 3, 2009 01:49

    este comentario das 23:03, cheira me a baionismo ou potes pachequismo, qualquer um deles nao teve capacidade para chegar a arquitecto ou engenheiro, ficam-se apenas pelo quase… podemos dizer que são especialistas de ideias gerais… opinam sobre tudo mas nao sabem nada!!! como dizem os gato fedorento são uns nano mini micro "project mananger" da sociedade

  18. Anonymous permalink
    Dezembro 3, 2009 10:36

    E VCS o que são???????

  19. Anonymous permalink
    Dezembro 3, 2009 13:21

    São os gajos que por incompetência perderam o tacho!

  20. Anonymous permalink
    Dezembro 3, 2009 14:27

    O comentário da 1 e 49 é mesmo de alguém que se deixou dormir a ver a telenovela e que, mal acordada, ainda não regressou ao real.Pena que provavelmente sabendo tudo, não rebata ponto por ponto as afirmações do ou da seja lá quem for. Isso sim é que era uma coisa macro.

  21. Anonymous permalink
    Dezembro 3, 2009 15:32

    eu se fosse à rita e ao estevão agora fazia era uma empresa de mandar bitaitesbengas queres saber como é que ficou o assunto tal? atão paga que eles logo te dizeme não há cá pão pa malucos

  22. Anonymous permalink
    Dezembro 3, 2009 15:42

    eu se fosse à rita e ao estevão agora fazia uma empresa de mandar bitaitesbengas queres saber o que é que se passa na câmara com a confusão do assunto tal? paga que eles fazem-te um relatório a explicare não havia cá pão pa malucosera o que faltava, então agora tinham de ir dizer aos outros como é que as coisas ficaramsinceramente…

  23. Anonymous permalink
    Dezembro 3, 2009 15:45

    bacano apagua-me lá sff o 15:32 que o 15:42 tá melhor, obrg

  24. Anonymous permalink
    Dezembro 3, 2009 20:04

    Ó anónimo da 1:49, tás tão enganado como do céu à terra, nem Baiões Nem Pachecos, mas a certeza podes tu ter, é que, detesto Comudistas como estes que, se passearam à conta da Câmara e de todos nós, e já vai ser difícil o povo fechar os olhos, porque, espero eu que o pessoal nos blogs nos traga sempre informados da realidade.E quem não quizer ser lobo mau, não lhe tivesse vestido a pele durante estes 16 anos.Concerteza que o nome deles virá muitas vezes nas notícias.

  25. Anonymous permalink
    Dezembro 4, 2009 14:33

    Em democracia é assim,1773 dos que "opinam sobre tudo mas não sabem nada", ou seja, muitas "nano mini micro" opiniões fizeram aquilo que se viu, essa é que é essa!!!

  26. Anonymous permalink
    Dezembro 4, 2009 17:05

    Extraordinário. Viana no seu melhor. Como adoro velos a gladiarem-se em terra de ninguém. Ou é a praça vs a serra ou a serra vs o altinho ou a praça vs as hortas ou todos vs o rossio que confusão, nós já os conhece-mos à muito. O problema é que vocês não conhecem as outras freguesias nem tão pouco se preocupam em conhecer, a população não é parva e está atenta, qual destes comentadores se preocupou com o bairro chinês vs rossio, bairro da lage vs cabeças de manel, em Alcaçovas ou com uma sociedade vs rua das vendas, em Aguiar, zero não vos diz nada, isso já nós sabemos. Pensem um pouco, são muitas as pessoas que lêem estes comentários e que estão fartas dessa forma de estar em sociedade se é que estão em sociedade.Existe muito mais alem de Viana e das vossa "guerras.Luis a tua "guerra é contra a rua das vendas", pois moras no lado da sociedade, têm cuidado com as "guerras clandestinas" o teu principal adversário é a rua das das vendas e ai situa-se o jardim de infância dos nossos filhos que à muito precisava ter melhores condições. só como exemplo.Um abraço.

  27. Anonymous permalink
    Dezembro 4, 2009 19:31

    Ó amigo, continue atento mas deixe-se lá de merdas, preocupe-se com a sua freguesia que eu aqui preocupo-me com a minha! Quer a câmara para aí? – leve-a!

  28. Anonymous permalink
    Dezembro 4, 2009 20:11

    Reconheça nesse seu comentário um erro grave por ser de à muito tendencioso e repetitivo. A câmara não é sua para a poder oferecer é nossa de todos, nunca se esqueça que todos temos orgulho de pertencer de uma forma ou outra a este concelho com mais ou menos problemas com avanços e recuos como todos, triste fico quando vejo comentários que me lembram atitudes do passado, e esse vai ficar na história para o bem e para o mal, decerto que não irá surtir efeito qualquer um desses comentários antes escritos, de isso ninguém se livra.Esteja muito atento ao presente para de alguma forma poder prever o futuro.Cumprimentos

  29. Anonymous permalink
    Dezembro 4, 2009 23:22

    Reconheço de qualquer lado esta forma enviesada de escrevinhar os pensamentos.Passe muito bem senhor.

  30. Anonymous permalink
    Dezembro 5, 2009 20:42

    Você reconhece! que chatice, foi apanhado e agora que vergonha. Eu não o conheço nem tão pouco me preocupo com isso. Simplesmente não concordo consigo. À algum problema nisso?

  31. Anonymous permalink
    Dezembro 6, 2009 01:04

    Preocupa-se o suficiente par se sentir compelido a retorquir. Problema, não, não HÁ problema nenhum com isso.Beijinhos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: