Saltar para o conteúdo

A qualidade de vida que pensam que nós temos

Janeiro 7, 2010
tags:

A verdade é que o Concelho de Viana do Alentejo ocupa o lugar 119 no ranking nacional dos municipios com melhor qualidade de vida em Portugal e não o 124 como foi dito num dos blogues aqui do feudo, com base no estudo publicado em 2007 o nosso concelho permanecia no lugar 124, no entanto os dados desta publicação são referentes ao estudo feito até ao ano civil de 2004, no actual estudo subimos 5 posições e estamos hoje no lugar 119 com dados referentes ao ano 2006. Num conjunto de 278 Concelhos eu diria que não estamos mal posicionados neste estudo, eu próprio sinto que este é um concelho onde há qualidade de vida, temos paisagens magníficas, gentes boas, e um património urbano por norma mal cuidado e acima de tudo mal planificado.

Os equipamentos que foram aparecendo por aqui e por ali, vieram logicamente majorar a pontuação, mas não enganaram o cidadão. A política quando é feita para agradar ao observatório pode trazer algumas azias.

Os núcleos urbanos permanecem, logicamente que não vi aqui nenhum item que valorize ou desvalorize a degradação de um casco urbano, nem nenhuma equação ou índice para poder comparar a qualidade e a necessidade de alguns equipamentos.

 Este estudo é muito subjectivo, e tem por base de estudo uma base de dados, o Anuário Estatístico, publicado pelo Instituto Nacional de Estatística, referente ao ano de 2006 (publicado em 2009). A informação recolhida foi depois trabalhada com o objectivo de proceder à criação de um sistema de indicadores estatísticos de monitorização do nível de desenvolvimento e da qualidade de vida dos concelhos de portugueses.

 Claro que isto é tudo muito subjectivo, pois tem por base equipamentos ou outra coisa qualquer versus 1000 habitantes. Á partida como somos um concelho muito pequeno, se tivermos 2 postos de correio já ficávamos á frente de Évora, se tivéssemos 1 posto telefónico conseguíamos igualar o rácio de Albufeira e ultrapassar Lisboa, pela simples razão de termos o cineteatro batemos a Cidade do Porto aos pontos.

 Com isto quero dizer o seguinte, este é o tipo de estudo que só interessa a algumas pessoas, aquelas pessoas para quem uma população são números e quocientes e por ai fora. Eu realmente sinto que o concelho tem potencialidades, gosto de cá viver, mas o povo de Viana do Alentejo mostrou que inequivocamente queria mais do que só estatística que eu me atrevo a chamar, da barata.

 

Os dados recolhidos são do Observatório para o desenvolvimento económico e social de  José R. Pires Manso

 

4 comentários leave one →
  1. Anónimo permalink
    Janeiro 7, 2010 09:12

    Eu gosto de viver no Concelho de Viana, mas desconfio que vamos voltar ao tempo do Aleixo onde a sede de concelho é o centro do mundo e o resto é paisagem. Vou estar atento.

  2. Anónimo permalink
    Janeiro 7, 2010 12:13

    Então você acha o quê?
    Se calhar os que estão piores colocados são os melhores?
    Deve ser a sua próxima argumentação.
    Podemos sempre melhorar mas assuma que há muitos piores do que nós, ao contrário do que tentou (você também), fazer passar.

    • Janeiro 7, 2010 13:17

      Nada disso, fico muito satisfeito por aparecermos colocados no nº 119 entre 278 concelhos, no entanto, o que eu quis fazer passar é que este estudo é bastante subjectivo quando fala de qualidade de vida. Eu gosto muito do concelho onde resido, temos uma qualidade ambiental acima da média, população em numero reduzido o que com alguma imeginação nos poderia levar a criar algumas sinergias e outros factores. No entanto este estudo tem por base uma analise que para mim não coincide com a realidade (hab/equipamento).
      Neste aspecto é possivél que estejamos entre os 119 melhores, no dia em que as piscinas das alcaçovas estiverem prontas subiremos mais uns degraus e se perdermos 1000 habitantes por exemplo, admito que subimos mesmo para o cimo da tabela.

      Ao contrario do que pensa eu gosto muito do concelho de Viana do Alentejo, senão não gastava tempo com a discussão destes e outros temas, prefiro viver aqui do que em Évora que está colocada á nossa frente e um dos factores que me levou a vir para o concelho foi poder educar as minhas filhas num local onde há qualidade ambiental, espaço, proximidade dos grades centros e algumas estruturas de apoio. Tenho no entanto muita pena do amadorismo que tem sustentado o desenvolvimento económico, do desleixo que tem sido o sector do urbanismo e acima de tudo a incapacidade que os nossos politicos têm em reconhecer que erraram muitas vezes quando escolheram o caminho mais facil.
      Como se pode observar, o casco urbano de Viana está miserável e no entanto temos um parque desportivo todo catita, o investimento nos nucleos urbanos a par da revitalização das zonas comerciais é e vai continuar a ser por muito mais tempo o factor fundamental para a preservação da qualidade de vida nas nossas vilas, a cultura do desleixo é transversal á sociedade e se os mais velhos têm saudades da Viana bonita, os mais novos não a conheceram e assim perdem-se as referencias visuais que alimentam a nossa memória e nos definem como habitantes de um concelho diferente dos outros.

      Logicamente que sou a favor dos equipamentos de apoio ás populações, o que não sou é a favor da normalização nem da banalização do ser quando é substituido por numeros elevados a raizes quadradas.

      Por outro lado não concordo com algumas politicas que embora nos tenham dotado de alguns equipamentos, se esqueceram do masterplan, ou se quiser da visão global do concelho, não existe um plano estratégico nem tampouco um PDM que nos sirva e estes factores não fora ponderados neste estudo, também não foi ponderado um factor muito importante para a sustentabilidade economica como é o caso de em grande precentagem a riqueza produzida no nosso concelho, não ser produzida aqui, mas sim fora do concelho.

      Claro que o factor de proximidade a Évora é e tem de continuar a ser um factor de desenvolvimento, mas para isso tem de se investir na atracção de empresas e pessoas.

      Para concluir, agradeço a sua preocupação em debater estes temas, quantos mais formos mais ideias nascem para o nosso concelho.

  3. Anónimo permalink
    Janeiro 7, 2010 13:16

    Boa peixe, fizeste uma interpretação objectiva dos dados, demonstrando que faltam muitos indicadores para tornar o estudo credível; que o mesmo se reporta a dados de 2006: e que finalmente a observação qualitativa não fez parte dos indicadores.
    No estudo não vem quem tem as unidades de tratamento de esgotos e redes de abastecimento de água em melhores condições técnicas, quem tem as vilas melhores cuidadas, incluindo o seu património histórico e arquitectónico melhor cuidado, entre outras coisas que saltam à vista.
    Neste estudo o concelho do Redondo aparece atrás do de Viana. Para quem conhece a realidade, tomara nós termos o nosso concelho como está o de Redondo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: