Skip to content

causa/efeito

Novembro 16, 2011

Os dois termos de uma relação casual.

Chama-se “causa” ao que provoca algo; e “efeito” ao que é provocado. Do ponto de vista temporal, é comum pensar-se que a causa é anterior ao efeito, mas alguns fenómenos estudados na física quântica parecem desmentir esta crença. O modo como se estabelece a relação entre a causa e o efeito tem sido objecto de amplo debate entre os filósofos, especialmente a partir de HUME, no séc. XVIII.

Acontecimentos, mudanças e estados (físicos ou mentais) exemplificam aquilo que pode estar causalmente relacionado: quando afirmamos “o movimento ganhou as eleições”, estamos a enunciar uma relação causal em que a vitória do movimento é a causa e a negação de Estevão Pereira é o efeito. Numa cadeia casual, a causa próxima é aquela que antecede um dado efeito sem a mediação de qualquer outro acontecimento ou estado; pelo contrário, quaisquer outras causas existentes nessa cadeia são causas remotas. Se existir, a Causa Primeira é aquela que causou todas as cadeias causais sem que ela própria tivesse sido causada. Alguns “teístas” do concelho identificam-na com Estevão Pereira.

Antes do Movimento ter ganho as eleições em 2009, já Estevão Pereira e o Partido Comunista as tinham perdido. Logo, um bocadinho de auto critica e humildade não lhe ficavam nada mal.

Caro Vereador Estevão Pereira, você é a sua própria causa/efeito, e digo isto com todo o respeito e consideração.

One Comment leave one →

Trackbacks

  1. causa/efeito | Total Blog

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: